17/01/20

Guia online de empresas

Carboxiterapia

SAÚDE ESTÉTICA

07/08/2012
Carboxiterapia

Carboxiterapia

A carboxiterapia é um método de administração terapêutica de gás carbônico ou CO2, puro e medicinal. O CO2 é um gás atóxico, inodoro e incolor. É um gás que já existe no nosso organismo, sendo assim endógeno, natural do metabolismo das reações oxidativas celulares, produzido em grande quantidade diariamente no organismo e liberado através da respiração pelos pulmões.

O CO2 foi inicialmente usado na medicina, pela década de 30, onde era utilizado para tratamento arteriopatias crônicas obstrutivas, gangrena e isquemias críticas diminuindo em mais de 80% os casos de amputação. Também é usado em cirurgias para insuflação abdominal em cirurgias videolaparascópicas. Por causa dos efeitos estéticos secundários percebidos na sua introdução na medicina, a introdução do CO2 foi sendo iniciado na estética. Devido ao alto poder de difusão, esse gás é rapidamente absorvido pelo organismo e eliminado, ficando apenas o efeito vasodilatador.
 
O principal objetivo da terapia com o gás carbônico na estética é causar uma vasodilatação local, aumentando o aporte de oxigênio no local da administração, aumento do metabolismo local e melhora da nutrição dos tecidos. Por causa da inflação causada pelo gás, há um aumento da liberação de substâncias alógenas que atuam em receptores beta-adrenergicos, que, por conseqüência, fazem a quebra de triglicerídeos e diminuição do tecido adiposo. A picada da agulha mais a introdução do gás, além de causar a lise da adiposidade localizada, também gera a produção de um processo inflamatório, causando a migração de fibroblastos para a região e sua proliferação, estimulando a síntese de colágeno, de novas fibras elásticas e outras substâncias que agem na reparação tecidual.

Os resultados da carboxiterapia são relativamente rápidos. Pode-se notar os efeitos a partir da quarta aplicação. O tratamento costuma ser de 10 a 12 aplicações, geralmente com frequência de 2 vezes por semana e o efeito dura até 6 meses.

Alguns pacientes relatam a sensação de ardor na área que está sendo tratada com a duração de poucos segundos. Como resultado do aumento da circulação sanguínea, os pacientes podem ter a sensação de aumento da temperatura local durante 10 a 20 minutos após a sessão e também uma sensação de inchaço causada pelo gás.

É um procedimento muito utilizado na estética para tratar várias patologias estéticas, como celulite, gordura localizada, cicatrizes, estrias, flacidez de pele: papadas, flacidez de face, flacidez abdominal e etc, olheiras, rugas, redução de varicoses de pequeno e médio porte, rejuvenescimento facial e corporal, alopécia e pós-operatório de cirurgia plástica.

Comentários

Descrição da coluna SAÚDE ESTÉTICA

Outras matérias da coluna SAÚDE ESTÉTICA

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: