22/01/20

Guia online de empresas

A empatia

10/12/2014

De todas as qualidades que podemos ter, talvez uma das mais importantes e muitas vezes esquecida por todos é a empatia. A palavra é derivada do grego em (dentro) + pathos (sofrimento), isto é, a capacidade de se colocar no lugar do outro ou de sentir o que sentiria uma outra pessoa.

 

A vida poderia ser bem melhor se todos nós tivéssemos essa característica mais desenvolvida. Destsa forma, independentemente de qualquer crença religiosa, prevaleceria uma citação bíblica do Evangelho de São Mateus, que diz que não façamos aos outros aquilo que não queremos que seja feito para nós. Então assim talvez existisse mais compreensão, gentilezas, amizades, amor e menos conflitos, julgamentos, bullying, preconceitos e violência entre os seres humanos.

 

A empatia é inclusive um pré-requisito até mesmo para o exercício de algumas atividades profissionais. Mas independente da profissão, sempre é importante compreendermos as pessoas nos seus sentimentos e possíveis sofrimentos. E antes de julgarmos alguém, deveríamos primeiramente compreender que cada um tem suas razões para tomar suas decisões e atitudes ou para estar demonstrando determinados sentimentos em algum momento.

 

“Heal the World” (Cure o mundo) é uma canção de Michael Jackson, onde ele faz um apelo por um mundo melhor, dizendo: “Cure o mundo, faça dele um lugar melhor, para você, para mim, para toda a raça humana”. A busca por um mundo melhor, entre outras coisas, passa pela capacidade de não ferir ao próximo, e o artista ainda faz uma referência, em sua obra, sobre o medo que infelizmente temos atualmente de alguns seres humanos: “Crie um mundo sem medos e juntos choraremos lágrimas de felicidade”.

 

Se tivéssemos mais empatia, talvez pudéssemos, por exemplo, compreender melhor que todo ser humano é passível de erros e distrações no trânsito, e que a buzina foi feita para fazer a gentileza de alertar o outro motorista, e não para xingá-lo. Poderíamos também entender que, quando uma pessoa sofre de depressão, isso não é bobagem, frescura ou que ela tem tudo que quer e deveria ser feliz porque a vida é bela e maravilhosa, mas, na verdade, poderíamos entender que ela sofre de uma doença, na qual muitas vezes não existe um motivo aparente específico, e que ela não consegue reagir sozinha como alguns pensam, mas precisa de tratamento. Ao nos colocarmos no lugar dos outros, talvez poderíamos ajudar mais e até mesmo não prejudicar aos outros. Empatia é, portanto, uma nobre qualidade. Precisamos exercitá-la.

Comentários

Descrição da coluna PSICOLOGIA

Outras matérias da coluna

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: