19/08/17

Guia online de empresas

Cuide bem do seu amor

12/06/2015

“Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria”, escreveu Paulo de Tarso. Ainda que tivéssemos toda a riqueza material ou todas as possibilidades de realizarmos nossos maiores sonhos, sabemos que nada teria valor se não pudéssemos amar e sermos amados. É esse sentimento tão sublime que nos motiva a viver e traz um sentido a mais para nossas vidas.

 

“Amor é dado de graça, foge a dicionários e a regulamentos vários”, afirmou Carlos Drummond de Andrade. Ao longo da vida, temos vários amores que são gratuitos e que simplesmente acontecem, sem nenhuma explicação, mas ocorrem com toda a intensidade, sendo primeiramente por nossos pais e, em seguida, nossos irmãos, familiares e amigos. 

 

Mais tarde, além desses amores que já faziam parte da nossa vida, em certo momento, poderemos conhecer alguém talvez nunca visto antes e, de repente, aquela pessoa, inexplicavelmente, passa a ter um espaço especial em nossos corações e isso pode acontecer no tempo de cada um, sem prazo certo. Para o amor, não existem fronteiras nem preconceitos, e ele se manifesta nas mais diferentes classes sociais, idades, etnias, gêneros, alturas, pesos, belezas, aparências, estilos, etc. Não existem regras para as mais diversas formas de afeto, e a maior beleza do amor é que ele acontece na alma, no interior de cada um. Do fruto desse amor poderemos, ou não, ter outros grandes amores, que são os filhos.

 

Roberto Carlos e Erasmo Carlos, grandes cantores e compositores, demonstram o que acontece conosco quando amamos, dizendo que “quando a gente ama alguém de verdade, esse amor não se esquece. O tempo passa, tudo passa, mas no peito o amor permanece. E qualquer minuto longe é demais, a saudade atormenta, mas qualquer minuto perto é bom demais, e o amor só aumenta”. Então tudo passa a ter mais cor, mais sabor, e a vida fica melhor ao lado da pessoa amada, onde cada hora parece um minuto.

 

Portanto, quem já teve o privilégio de experimentar esse sentimento é um felizardo, e por ser algo tão maravilhoso precisa ser cultivado. Herbert Vianna diz: “cuide bem do seu amor, seja quem for”. Precisamos cuidar dos nossos amores, retribuindo todo o carinho recebido, não deixando que a rotina, conflitos ou as diferenças desgastem ou acabem com tão lindo sentimento. Devemos saber dar amor, e não apenas esperar das outras pessoas. E vale sempre lembrarmos que a afirmação “cuide bem do seu amor”, pode perfeitamente significar “cuide bem de si mesmo”, pois é certo que se amarmos a nós mesmos, será mais fácil amarmos outras pessoas.

Comentários

Descrição da coluna PSICOLOGIA

Outras matérias da coluna

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: