16/11/18

Guia online de empresas

Plano Municipal de Educação é aprovado

Metas e estratégias foram definidas a partir do diagnóstico municipal

29/06/2015  |  Salvador do Sul
Plano Municipal de Educação é aprovado

Plano Municipal de Educação é aprovado

Elaborado a partir de estudos, debates e proposições, durante os dois últimos anos, o Plano Municipal de Educação de Salvador do Sul (PME) teve sua aprovação no último dia 16 de junho. O projeto envolveu profissionais da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial e Ensino Fundamental 6º ao 9º ano, além de representantes de segmentos da sociedade em geral. O grupo compartilhou sugestões de metas e estratégias para o PME para o decênio, com respaldo na Constituição Federal, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, como nos marcos normativos que embasam o regime de colaboração dos entes federados: a União, os Estados e os Municípios.

 

O plano busca assegurar a manutenção e desenvolvimento do ensino em seus diversos níveis, etapas e modalidades por meio de ações integradas dos poderes públicos. As metas são a erradicação do analfabetismo, universalização do atendimento escolar, melhoria da qualidade do ensino, formação para o trabalho, promoção humanística, científica e tecnológica do país e estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos em educação como proporção do Produto Interno Bruto (PIB). O PME tem metas que vão desde a educação infantil até a pós-graduação, passando pela gestão, financiamento e formação dos profissionais.

 

As metas e estratégias do PME foram definidas a partir da análise do diagnóstico educacional do município, considerando o contexto histórico, geográfico, socioeconômico, cultural e ambiental, o que proporcionou uma visão holística da realidade de Salvador do Sul. Assim, ocorreu a definição das propostas capazes de assegurar mudanças significativas no desempenho educacional local no decorrer de dez anos. “Nunca haverá segurança absoluta sobre o futuro próximo, muito menos em dez anos, mas é preciso que o município diga o que é necessário para assegurar o direito à educação de todos os seus cidadãos”, reforça a secretária municipal da Educação, Rejane Maria Graf Kafer.

 

 

Informações: Cleo M. Meurer/Assessoria de Imprensa (Prefeitura Municipal de Salvador do Sul)

Edição: Mery Regina Griebler

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: