20/01/20

Guia online de empresas

Câmara instala a CPI do Videomonitoramento

CPI foi aprovada e primeira reunião ocorreu nesta sexta-feira

06/06/2014  |  Montenegro  |  Política
Comissão foi definida nesta sexta-feira (Foto: ACOM/Câmara de Vereadores)

Comissão foi definida nesta sexta-feira (Foto: ACOM/Câmara de Vereadores)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara de Montenegro, que irá tratar da questão envolvendo o videomonitoramento na cidade, será presidida pelo Vereador Márcio Müller (PTB).  Gustavo Zanatta (PP) será o relator. Fazem parte ainda Renato Kranz (PMDB) e Marcos Gehlen (PT) - Tuco. Ademir Fachini (PDT) também colocou seu nome à disposição para a relatoria, devendo participar na condição de integrante, pelo PDT. Todos os partidos com assento no Legislativo tiveram o direito de fazer indicações.

 

A reunião que definiu seus membros aconteceu os membros da comissão ocorreu nesta sexta-feira, dia 6. Assim que se encerrou a escolha o presidente da Câmara, Renato Kranz, que estava dirigindo o encontro, passou sua condução para o Vereador Márcio Müller. Este, de imediato, solicitou que a servidora Aline Marcadella secretarie os trabalhos, tendo Tiago Stahlhöfer como oficial de diligências.

 

Müller agradeceu mais uma vez a confiança dos colegas, já que esta será a segunda CPI que preside nesta legislatura. A anterior, ocorrida no ano passado, foi a CPI do Lixo. “Nosso propósito é que o trabalho atinja seu objetivo: verificar os motivos da rescisão do contrato” acrescentou. Dentre os pontos investigados: o motivo que levou a Administração atual a rescindir o contrato que a anterior firmou com a empresa Soluções Sistemas de Segurança Ltda. e as consequências ocasionadas pela rescisão contratual.

 

O presidente da CPI requereu cópia, de capa-a-capa, do processo de licitação e contratação do videomonitoramento. Também solicitou que seja encaminhado ofício para o Judiciário, Ministério Público e Executivo, comunicando a instalação da CPI. O Prefeito Paulo Azeredo (PDT) tem o prazo de cinco dias para encaminhar a documentação que for solicitada.

 

A próxima reunião está marcada para o dia 16 de junho. Os trabalhos serão abertos para cobertura da imprensa, com ampla divulgação à comunidade. Conforme o Regimento Interno, a CPI tem a duração máxima de três meses.

 

 

Informação: ACOM/Câmara de Vereadores

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: