17/01/20

Guia online de empresas

Voto biométrico será novidade na eleição

Identificação dos eleitores será pelas digitais em sete cidades da região

05/10/2014  |  Região  |  Política
Por ser novidade, votação biométrica deve demorar mais tempo

Por ser novidade, votação biométrica deve demorar mais tempo

Pareci Novo, São Vendelino, Vale Real, Linha Nova, São Pedro da Serra, Alto Feliz e Maratá são os municípios do Vale do Caí que pela primeira vez terão o voto biométrico. O novo sistema será adotado já na eleição deste domingo, 5 de outubro. A identificação dos eleitores será pelas digitais, dispensando a assinatura. Mesmo assim, é necessário um documento oficial com foto, como carteira de identidade, de motorista (CNH), passaporte ou certificado de reservista. E saber o local (seção) onde vai votar. Nas demais cidades, continuará o sistema convencional, sem a indentificação por digitais.

 

Por ser novidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) calcula que haverá um pouco mais de demora para o voto biométrico. Mas o sistema garante mais segurança. Tanto que até 2018 deve ser implantado em todos os municípios do país. A juíza da 31ª Zona Eleitoral, doutora Márcia do Amaral Martins, lemba que só podem votar, nos municípios que terão o voto biométrico, os eleitores que no ano passado fizeram a revisão eleitoral. Quem não fez o recadastramento teve o título eleitoral cancelado.

 

Pelo processo biométrico, no dia da votação, será digitado o número de inscrição no microterminal da urna e depois o eleitor colocará o dedo no leitor ótico. Após o programa realizar a conferência da digital, a urna será destravada para que o eleitor vote. São feitas até oito tentativas para cada eleitor, considerando as digitais dos dedos polegares e indicadores de cada mão. Se não puder ser reconhecido pelas digitais, com o documento com foto o mesário poderá conferir os dados pela folha de votação.

 

A votação ocorre entre 8 da manhã e 17 horas, sem intervalo ao meio-dia. E como são cinco cargos em disputa, devendo ter os números digitados na urna eletrônico, a juíza sugere que os eleitores levem de casa a chamada cola, com os candidatos escolhidos, para evitar de se esquecerem na hora de votar. Primeiro os eleitores vão votar para deputado estadual, depois para deputado federal, senado, governo do Estado e presidência da República. Para os eleitores maiores de 18 anos e menores de 70 anos, o voto é obrigatório. Já para os de 16 a 18 anos e maiores de 70 anos, é optativo.

 

A juíza lembrou que o cartório eleitoral ficará de plantão neste domingo para os eleitores tirarem dúvidas, pedirem informações ou encaminharem denúncias.

 

 

Guilherme Baptista - Jornalista

 

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: