17/01/20

Guia online de empresas

Câmara decide hoje se vereador preso será cassado

Parecer da Comissão de Ética foi pela cassação

16/12/2014  |  Vale Real  |  Política
Vereadores vão decidir em plenário o futuro de Jéferson Kunrath (Foto: Câmara de Vereadores)

Vereadores vão decidir em plenário o futuro de Jéferson Kunrath (Foto: Câmara de Vereadores)

O vereador Jeferson Kunrath poderá ser cassado nesta terça-feira, dia 16 de dezembro. Ele foi preso no último dia 24 de outubro, no Centro de São Sebastião do Caí, sob a acusação de tráfico de drogas. Com o vereador e outro indivíduo, o montenegrino Luis Gustavo de Souza Silva, de 31 anos, a Brigada Militar apreendeu 326 comprimidos de ecstasy (droga sintética).

 

Desde então, os dois estão presos na Penitenciária Estadual de Montenegro. A Câmara de Vereadores de Vale Real formou uma Comissão de Ética, para analisar se houve falta de decoro parlamentar por parte de Jéferson. Ele teve o salário suspenso e as sessões têm ocorrido com oito vereadores.

 

Além do presidente da Câmara, Cesar Augusto Kiekow (PSB), a comissão foi integrada pelos vereadores Neli Schmitz (PDT) e Adair José Policeno da Silva (PSDB). O parecer da comissão foi pela cassação do mandato. A sessão desta terça, que será a última do ano e terá também a eleição da nova mesa diretora, inicia às 19h30min.

 

Um advogado do vereador Jéferson pediu para a Câmara aguardar o julgamento do caso pela Justiça, antes de tomar uma decisão, mas não existe previsão de quando isso vai ocorrer. Em caso de cassação, assume o primeiro suplente, Pedro Paulo Zimmer, o “Vais Cabeleireiro”, do PP, também da bancada governista. Mas Jeferson ainda poderá recorrer para a Justiça. Conforme o presidente estadual do PDT, deputado federal eleito Pompeo de Mattos, o partido também analisa a situação e, se for comprovado o envolvimento do vereador com o crime, ele poderá ser expulso da sigla.

 

Jeferson foi eleito vereador em 2012, pelo PDT, com 169 votos. Estudante de Direito, também é aposentado devido a um problema físico, já que, anos atrás, sofreu um acidente com um explosivo, em que perdeu as mãos.

 

 

Guilherme Baptista - Jornalista 

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: