18/09/20

Guia online de empresas

Morre a segunda vítima do atropelamento na RS 446

Moradora de Floriano Peixoto foi ajudar idosa a atravessar rodovia e também morreu

10/05/2015  |  Bom Princípio |  São Vendelino  |  Policial
Janete Assmann era esposa do motorista do ônibus, Irineu (Foto: Facebook)

Janete Assmann era esposa do motorista do ônibus, Irineu (Foto: Facebook)

O atropelamento ocorrido na RS 446, em São Vendelino, no início da noite de sábado, dia 9 de maio, deixou mais uma vítima fatal. Janete Assmann, de 47 anos, faleceu na madrugada deste domingo, 10 de maio. Ela estava junto com Lidvina Isabela Werner Schaefer, de 85 anos, quando as duas foram atropeladas por um automóvel Fiat Uno. O acidente ocorreu por volta das 18h30min, na altura do quilômetro 1 da rodovia, perto da entrada da cidade de São Vendelino. 

 

Lidvina morreu no local do acidente. Já Janete foi socorrida e encaminhada para a UPA de Bom Princípio. Devido à gravidade, foi removida para o Hospital Pompéia, de Caxias do Sul, mas não resistiu e também veio a falecer. O motorista do Fiat Uno, com placas de Formosa do Oeste (Paraná), não se feriu, mas foi levado para a UPA, porque estava em estado de choque.

 

Conforme a Polícia Rodoviária Estadual, o carro trafegava no sentido Carlos Barbosa-Bom Princípio e as duas mulheres teriam descido de um ônibus que voltava de um baile de terceira idade. O marido de Janete, Irineu, era o motorista do ônibus, de sua empresa, a Piedade Turismo. Janete teria descido com Lidvina, para ajudá-la a atravessar a rodovia, perto da casa da idosa. Foi quando as duas foram atingidas pelo Fiat Uno.

 

Janete era moradora da localidade de Floriano Peixoto, em Bom Princípio. Há cerca de 15 anos, o casal perdeu um filho, Evandro, também atropelado. Além dele, Irineu e Janete tem mais duas filhas, Débora e Morgana. A família é muito conhecida e estimada.

 

Os velórios e funerais estão previstos para a tarde deste domingo, em São Vendelino e Piedade. Os corpos foram encaminhados para necropsia no Instituto Médico Legal (DML) de Caxias do Sul. Familiares aguardam o retorno, para dar início aos atos fúnebres.

 

 

Guilherme Baptista - Jornalista

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: