19/01/21

Guia online de empresas

Criadores de cavalos devem realizar exames no rebanho

Ação é devido a caso de mormo registrado na cidade de Rolante

10/06/2015  |  Estado |  Harmonia
Caso de mormo no Estado acendeu alerta para a doença (Foto: Seapa/Divulgação)

Caso de mormo no Estado acendeu alerta para a doença (Foto: Seapa/Divulgação)

No início do mês, foi confirmado o primeiro caso de mormo em um equino do rebanho gaúcho, o que colocou em alerta os criadores do Rio Grande do Sul. A doença debilita o animal, causando alterações respiratórias e provocando febre, podendo levar à morte.  O animal diagnosticado em Rolante foi sacrificado, já que não tem cura.

 

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, com o objetivo de impedir a disseminação da enfermidade, adotou ações de prevenção e controle da doença, prevista na Circular nº 044/2015. Os criadores devem realizar exames para verificar a existência da enfermidade no rebanho e, para quem for transportar o animal, é exigida a apresentação do exame negativo.

 

A doença, que é infectocontagiosa, atinge principalmente equinos (cavalos), podendo atingir também humanos, causando febre, úlcera na mucosa nasal, tosse, descarga nasal, abcessos e dispneia. Qualquer suspeita da doença deve ser imediatamente informada à Inspetoria de Defesa Agropecuária, junto à Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, para que sejam adotadas as medidas sanitárias adequadas.

 

 

Informações: Prefeitura Municipal de Harmonia

Edição: Mery Regina Griebler

Comentários

Mais notícias

© Vale do Caí 2013 - Todos os direitos reservados.

Gerenciamento:

Desenvolvimento: